WhatsApp Image 2019-04-12 at 15.23.50

Você sabe qual é a relação da alimentação com a saúde?

Os alimentos possuem nutrientes que favorecem o funcionamento correto do organismo, ajudando na manutenção e crescimento dos tecidos, além de fornecer energia.  Diante da falta de alguns nutrientes, o corpo pode sofrer graves consequências em virtude da interrupção de alguma atividade básica.

Uma alimentação adequada é fundamental para uma vida saudável. Mas o que é uma alimentação adequada? É aquela que possui todos os nutrientes necessários para o organismo e na quantidade apropriada. Sendo assim, comer em grande quantidade não é sinônimo de ter uma alimentação saudável. A deficiência de algum nutriente pode acarretar quadro de desnutrição. A desnutrição pode levar a problemas fisiológicos, que, em casos graves, podem desencadear a morte do paciente.

No entanto, apesar de considerar legítimo o alimento como fonte de nutrientes promotores da saúde e do bem-estar, pesquisadores acreditam que seu papel vai além da visão tecnicista e nutricional. Há um sério problema com a abordagem apenas biológica da alimentação, que considera o comer somente uma decisão racional, ignorando os outros componentes, como os aspectos emocionais, culturais e sociais. A comida tem uma série de significados para as pessoas. Dentro dos significados da comida estão cultura, religião, política, status, memórias afetivas, família, questões de gênero e relacionamentos. Mas comida não significa apenas coisas positivas; pode também gerar lembranças e sentimentos negativos, além de adoecimento. Atualmente, os significados da comida englobam também os “riscos do comer”, e os novos “códigos alimentares” estabelecem regras do que comer – seja por questões de saúde, status, sustentabilidade etc.

Nós, do núcleo de comportamento alimentar, consideramos que a função do comer, o motivos que nos levam a escolher determinado alimento, as emoções envolvida, a relação com a comida em si são tão importantes quanto as funções nutricionais. Trabalhamos com a abordagem Cognitivo -Comportamental, cujo pressuposto é de que as emoções e os comportamentos das pessoas são influenciados pela percepção e interpretação dos fatos, ou seja, que nossas respostas emocionais e comportamentais, bem como nossa motivação, não são influenciadas diretamente por situações, mas sim pela forma como processamos essas situações. A mudança de comportamento tem papel importante na promoção de hábitos saudáveis e na aderência aos tratamentos. Dessa forma, na abordagem de mudança do comportamento para com o alimento, Nós do Núcleo de Comportamento Alimentar buscamos identificar os comportamentos desadaptativos, para reestruturação dessas cognições e ensinar estratégias de mudança de comportamento e resolução de problemas. Venha conhecer o nosso trabalho.

REFERÊNCIA

ALVARENGA, M. et al. Nutrição Comportamental. 1 ed. São Paulo. Editora Manole, 2016.

BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. INSTITUTO NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO. COORDENAÇÃO DE ORIENTAÇÃO ALIMENTAR. Manual da Pirâmide dos alimentos. 1997. Brasília.